A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

E aí Tempo?

O silêncio me falou 
Deste tempo que passou. 


De repente me pergunto se ele está ajudando ou se anda me sabotando? "Dê tempo ao tempo", "o tempo se encarregará", "o tempo cura tudo", "o tempo tudo leva", " o tempo é o mestre de tudo". E aí tempo? Cadê o sol? Eu vou reparar? Porque sinto passar, mas ainda continuo aqui, com esse sentimento me ocupando 24hs me deixando sem tempo pra tentar esquecer ou pra começar a esquecer. E as promessas de cura? De ajuda? Quando você vai levá-lo? Voltar no tempo é regra proibida? Penso que sim. 

Quanto tempo leva pra vida girar? Quem foi voltará, quem está aqui irá e outros chegarão? Seja o senhor do destino, tempo. E leve. Silenciosamente. Só não me peça pra conviver com o agora, cada hora, minuto, e segundo é de espera,  É  na espera onde mora meu total descontrole. 

E aí tempo? Pode resolver? Na hora de me apresentá-lo você trabalhou muito bem, não foi? Com dia certo, hora marcada e lugar exato. Só que como posso dizer? Não funcionou muito bem. Talvez foram minhas escolhas, minha idealização, nem sequer mergulhei, já fui me afundando mesmo. Ele não ficou. Foi isso tempo? Esse era o seu plano brilhante? Que impressionante!

Meu relógio marca 17:44, pode começar a trabalhar, e não quero promessas, sei que não é fácil e nunca será, até porque se fosse tudo fácil eu mesma mandaria a saudade embora e apagaria as lembranças,  mas minhas habilidades humana de esquecimento não funcionam muito bem até onde sei. E fique a vontade pra se sentir culpado, você o trouxe, rabiscou minha memória, me deu o sofrimento de bônus e a espera como punição. Me recuso a ajudá-lo. 

Faça sua parte que serei feliz quando nada dele restar em mim. 
É o minimo que você pode fazer por sua audácia em se comportar como um ser de asas e flecha na mão.