A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O Que Você Não Contou pra Ela

A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo como curativos pra feridas antigas?

Você sempre será um pouco meu. Mesmo agora estando com ela. Há partes de você que não conseguirão me deixar, tudo em mim te atormentará, desde o meu perfume, meu ciúme, minhas manias. Em cada momento que você viver com ela vai sentir que não importa os milhões de anos que passe ao lado dessa mulher, ela não conseguirá nem com muito esforço ser tudo que eu fui em tão pouco tempo. Então solta a mão dela e comprove que não há laços entre vocês. Que essa felicidade e esse sorriso estampados pelas ruas e rede sociais são artificiais, forçados, patéticos até. Corre, se apresse e conte tudo pra ela. Conte que ela não tem vocação pra ser sua, nem adianta insistir, ela não vai assistir futebol com seus amigos e gritar nomes feios, ela é certinha demais e nós dois sempre concordamos que os opostos não se atraem, que legal mesmo é encontrar no outro o que identificamos em nós mesmos. Entende que ela não irá sorrir nas brigas, ela não irá te expulsar da vida dela e dez segundos depois te dar a chave do apartamento e do coração.  Ela cansavelmente não será sua cúmplice, amiga, mulher, amante, nem verdadeira, sincera, irônica, cínica e charmosa ao mesmo tempo. Ela não tem dom pra ser tudo de uma só vez. 

Ela não despertará o sol em seus dias mais nublados, densos e estressantes. A coitada nem saberá quando você estará nesses dias porque ela não deitará no seu colo pra ouvir você contar como foi a semana. Ela não vai sair abraçada com você na madrugada em busca de qualquer open bar que sirva dose dupla de tequila, ela nem sabe como é a sensação ardente de um beijo com álcool. Ela não vai incendiar a noite. Ela não conhece sua pele, seu ponto fraco pra arrepios, não possui loucura no sangue e não vai adiantar você fechar os olhos, imaginar nós dois, querer sussurrar meu nome porque não será o suficiente, nossa química ia além de quatro paredes. 

Ela pode estar ao seu lado, ocupando meu espaço, mas tudo em você será solidão, incompleto, pela metade. Ela não vai acordar no meio da noite em busca do seu abraço, dos seus braços. Ela é inocente demais pra desejar o seu corpo até o amanhecer. Dói minha alma só de saber que você sofrerá em silêncio, porque todos seus pensamento estarão voltados pra comparação e a pior sensação será o arrependimento de não contar pra ela que a única que soube te amar ao extremo fui eu.