A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O Tempo Para o Amor


Ele tem passos destinados ao outro lado que se movem urgentemente. Sem pressa. Possui olhos sinceros que enxergam através das constantes negações. Dono de um sorriso com malicia, intimidante e confiante. Seu toque superficial desperta calafrios por toda a pele possuindo total descompromisso na ponta dos dedos. 

 Ela caminha para a direção exata, mas o destino dos seus passos brinca de ir e vir sempre que se sente ameaçado por sentimentos incertos. Com pressa. Possui os mais gentis olhos que escondem sinceridade através de ensaiadas negações. Dona de um sorriso inseguro, mas firme, transparente em desinteresse testado pelo reflexo de si por vezes incontáveis. Seus poucos toques possuem toda força de sua vontade e desejo de despertar o que é despertado em sua própria pele. 

Eles observados dessa distância jogam atraentemente as cartas que dependem do tempo, porém nesse jogo insano e divertido não há perdas. Apenas regras. Feitas e supervionadas pelo bondoso Tempo que se responsabiliza de testar os passos, os olhares, os sorrisos e os toques quantas vezes forem necessárias em encontros, desencontros e reencontros até que eles se rendam e se entreguem a esse sentimento contraditório e fascinante. 

O tempo brinca de levar e devolver quem amamos, com toda paciência se faz necessário pra superarmos, esquecermos e recomeçarmos. Em um tempo ele proporcionou o encontro desses dois corações, com o tempo ele os afastou, agora talvez seja o tempo de decisão. Ou não. O tempo faz as regras e sabe como ninguém unir vidas. Para esses dois há apenas uma única certeza: O tempo é e sempre será o senhor de seus destinos.