A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Eu Sinto Falta do Seu Amor.


Você já devia saber como é difícil pra mim ter que te procurar - ainda que de uma forma totalmente anônima. Você já devia ter uma idéia de como é embaraçoso pra mim ter que admitir que sinto falta das tuas mensagens de boa noite e bom dia. Você já devia ter percebido que todo esse meu silêncio é uma forma de me proteger de tudo que ainda tenho pra dizer. Você já devia ter deduzido que as frases que solto de vez em quando sobre não me importar  ou não querer saber o que você tem feito da vida não passa de disfarce, de um teatro que inventei pra não ter que confessar o quanto foi doloroso me afastar de você, o quanto precisei de forças sobre humana pra ignorar seu número no meu celular. Ou o quanto passei noites com a cabeça cheia pensando em como tirar você da minha vida. E como poderia tirar da minha vida as lembranças de algo que não terminou? Eu custo a acreditar que você não saiba de tudo isso mesmo que não consiga descobrir que quem está por trás das últimas mensagens e ligações sou eu e toda minha saudade.

Sei que a forma que encontrei de estar perto de você é a mais covarde, mas não posso explicar o que me levou a recorrer a algo assim, talvez não quisesse deixar meu orgulho de lado pelo medo de você me contar que enquanto eu não te superei, você seguiu em frente. Eu não poderia suportar essa dor quando esse medo me acompanha desde que saí da sua vida sem dizer tudo que eu sentia por você e por cada momento que você me deu ao seu lado. Eu sei e me obrigo todos os dias a entender que a estranheza de como expresso meus sentimentos não me ajudou muito. Mas ainda, contudo, você deveria saber que eu jamais dormiria em sua cama se não quisesse acordar todos os dias em sua companhia.

Eu peço gentilmente desculpas por não ter a coragem necessárias nos pés e nos dedos pra conseguir dizer que sinto tanta falta de nós dois, das conversas que entravam pela madrugada, do jeito que você me fazia sorrir tão leve e despreocupada e de como desesperadamente eu sinto a falta da sua voz e do seu amor. Eu definitivamente sinto a completa ausência de você. Não sei até que ponto irei. Se até desistir. Ou se até você me descobrir. Eu só sei que nesse momento eu ainda não posso dizer quem sou porque consciente eu tenho fé em você. Fé em todo aquele sentimento que rodeou nosso tempo juntos. E principalmente, tenho fé em tudo o que acredito e sinto e que você já deveria saber.