A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Você Teria Ficado?



Você sempre teve um olho bom para as coisas que brilhavam, mas eu estava longe de ser tão preciosa assim. Você é um daqueles raros caras que escolhem as palavras certas, que tem o abraço que protege de tudo, o sorriso que soluciona os problemas mais difíceis.  E foi em busca desse sorriso que eu arrumava as malas com objetivo de falar o que mesmo sentido nunca foi dito. Todas as vezes que segurei seu rosto em minhas mãos foram com a intenção de não mais soltar, mas no fim de incontáveis viagens, o medo de perder, a insegurança de falhar, a covardia em dizer limitavam minhas atitudes. 

Sempre fui a garota que desiste fácil quando o assunto envolve sentimentos e disso você melhor que ninguém sabe, quantas vezes você já me incentivou a lutar? E o que você me aconselharia quando a luta é por você? Que faz parte da minha vida a mais tempo que posso contar mesmo sendo entre indas e vindas, finais e recomeços. Nossa história poderia ser contada pelo filme Um Dia onde os anos dos personagens principais se perderam em idades e eles só conseguiam se disfarçar em cada reencontro.

A distância pra nós se tornou nosso refúgio onde tudo aquilo que queríamos confessar podia ser escrito, mas nunca dito frente a frente. Tínhamos a coragem necessária apenas na saudade. Coragem que faltou quando a saudade deixou de existir do jeito certo. E apenas pra vê-lo sorrir eu desejei felicidade eterna omitindo minha própria infelicidade. Amar é isso então? 

Você e seus olhos singulares para as coisas que brilhavam, e foi por esses olhos que arrumei a mala por uma vez mais, enfim para conhecê-la. Quando eu aceitei que oportunidade de você ser meu passou eu finalmente consegui dizer o que ainda sinto e senti cada vez que te revia. Entre a pergunta que não mais me calou: Se eu dissesse que te amava, você teria ficado?