A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A Música e Meu Horizonte Distante! (Final)

Finalmente meus atuais 21 anos!
Entrei na onda da voz inconfudivel de Halley Willians da banda Paramore... a música Decode trilha do filme Crepúsculo fez a diferença quando terminei de ler o ultimo livro da saga, mas Paramore não se resume apenas em Decode, suas outras músicas como Brick by Boring Brick ou Playing God destaca o porque de tanto sucesso.
Jason Mras e a linda I’m Yours me faz querer sair da terra.
E o que falar do 30 Seconds To Mars??? Confesso que os conheci com a encantadora The Kill, trilha do Filme Invisivel, mas me coloquei aos seu pés com Close To the Edge (a letra é linda!).

Uau! Aqui reconheço que não é preciso ter identidade ou gosto musical definido,.. O que realmente faz com que eu ame a música é justamente isso, não preciso amar apenas um estilo, amo qualquer letra e música que falem ao meu coração, qualquer canção que marque um momento, não me importando se é um artista conhecido ou não, se é brega ou pop, se é um rock católico ou nacional... o que importa é que a música me fale, me toque e me marque! E que ao ouvi-la enquanto caminho na rua me faça fechar os olhos e viajar nas eternas lembranças de um horizonte distante.

A Música e Meu Horizonte Distante! (Parte 3)

19 e 20 aprendi a respeitar o sertanejo e isso se deve ao romantismo de Bruno e Marrone e a participação dele ao trilhar sonoramente a melhor parte da minha vida quando conheci o homem que atualmente amo! É como se ouvisse a voz de Bruno cantando “Sentir de novo o coração bater e a paixão acontecer, sentir vc, amar vc”...
Mas o sertanejo em minha vida não se resume apenas em Bruno e Marrone, conheci a poesia e as letras de um compositor talentosíssimo seja escrevendo canções ou textos muitos siguinificativos, seu nome? Victor Chaves da dupla Victor e Léo, ele é um homem lindo, mas não se resume apenas em beleza... o talento que tem é único e precioso e eu o admiro muitíssimo! Suas canções saem do coração e vemos a tradução de cada uma delas no olhar de quem canta seja como primeira ou segunda voz.
Através de Victor e Léo conheci a música de Paula Fernandes e sua maior composição pra mim é Meu eu em Você, sua voz absurdamente impregnate faz com que vc tenha vontade de escutá-la todos os dias... Recomendo a canção Sensações do novo Dvd.. me perco emocionalmente nessa letra e música.
A galera da faculdade trouxe os barzinhos da cidade e lá sempre estava presente o sertanejo universitário, preciso dizer mais??? Vivi momentos eternos ao som de voz violão... ouvi de tudo: Jorge e Matheus, Michel Teló, Guilherme e Santiago ( E daí se eu quiser farrear, tomar todas no bar, o que é que tem?)... Provei através dos barzinhos que pode sim exitir amizade entre professor e aluno (risos)... foram muitas cachaças e encontrei verdadeiras amizades nessa maluquice...

A Música e Meu Horizonte Distante! (Parte 2)

Legião é algo singular e insubstituível na minha vida... Se quiser entender um pouquinho de mim é só ouvir qualquer canção desse ilustre e talentoso poeta que entrou no meu mundo lunático e jamais fez questão de sair...
Mas escutei muito do nosso rock brasileiro, Barão, Frejat, Paralamas, Biquini Cavadão, Kid Abelha, Engenheiros ( Putz Engenheiros... “o que vc me pede eu não posso fazer”)... Capital Inicial (Incondicionalmente) O Rock escuto até hoje...
O Internacional??? Ahhhh meus preferidos são Aerosmith, Bon Jovi e Gun’s (os clássicos!)... Do Aerosmith fico com a canção Hole im My Soul; Bon Jovi fico com I’ll Be There For You e I Want You e Gun’s, bem acho que fico com a perfeita November Rain...
15 e 16 anos! Entra a fase clama da minha vida, o gospel de Aline Barros e Fernanda Brum...
17... Eeee volto ao meu amor, o velho Rock com a participação de Paulo Ricardo, pode??? Depois de um show memorável eu me rendi aos encantos de Diz e A Chegada, fora as antigas Tudo Por Nada (sempre achei que essa música falava muito de mim)...
18 aninhos... Aqui aprendi muito de tudo... E quem abençou essa trilha foi Catedral (Eu Amo mais Você do Que Eu e Tchau) e Rosa De Saron, Gulherme de Sá e sua voz rouca, uni o útil ao agradável aprendendo a louvar a Deus através do Rock Católico! Superei traumas seja na vida e no amor com muitos louvores do Rosa de Saron, o novo DVD ta simplesmente perfeito Horizonte Ao Vivo Distante... assino em baixo de Liberdade e Projecto Juno!
Ao Rosa um obrigada por me salvar!

A Música e Meu Horizonte Distante! (Parte 1)

Costumo dizer que música é tudo pra mim! Se eu pudesse viver disso....
Desde que me entendo por gente tenho uma trilha sonora pra cada momento e o mais engraçado é que essa trilha varia bastante e vai de Música Gospel (acredite), passando por louvores católicos (Rosa de Saron) até o Rock in Roll... Então nada melhor do que uma restrospectiva...
Tudo começa com meus incríveis 13 anos... Conheci o Rock Nacional... uma banda regional trouxe vida ao que chamo de “pré-adolescencia”, o vocalista com sua voz marcante e inesquecível e uma personalidade que jamais tornei a ver em alguém, a banda??? Chama-se Banda Essence e o vocalista Cláudio Néder, mais que apenas um vocalista, um amigo que por mais que esteja longe, sempre que preciso fecho os olhos e o ouço cantando Rainy Day, Tempo Perdido, Primeiros Erros e claro o hino da época 14-18 (Te dou o meu instinto agressivo e em troca espero o teu perdão), saudades da espera para entrar na idade dos 14 até os 18 anos... Com a Essence veio as minhas primeiras amizades verdadeiras... Ageila e Rayane... curtimos tanto, tanto... vestes pretas e olhos marcados com cor escura e assim conhecemos um mundo totalmente louco!
Com 14 anos minha trilha era Legião Urbana e essa ainda é até hoje! Renato Russo, um cara além de qualquer definição! Pai musical e inspiração pra mim, parte do meu crescimento prodígio. As músicas que me fascinaram não são tão conhecidas como Pais e Filhos ou Será, as que me fascinaram vieram da coleção de CDs da Legião que adquiri ao longo desses 08 anos, as músicas que fizeram me perder por Renato foram Acrilic on Canvas ( Dois), L’Aventura (Tempestade), Angra dos Reis (Quatro Estações), Um Dia Perfeito (Duplo)... Nossa eu ficaria aqui o dia inteiro citando nomes de músicas da Legião que me marcaram...

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Pessoa Errada

Luis Fernando Veríssimo

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não
existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a
pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho.
Chega na hora certa,
Fala as coisas certas,
Faz as coisas certas,
Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras
Perder a hora
Morrer de amor
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
Que é pra na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas
Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível
Essa pessoa talvez te magoe
E depois te enche de mimos pedindo seu perdão
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% da vida dela esperando você
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo
Porque a vida não é certa
Nada aqui é certo
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo
Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo,
conseguindo
E só assim é possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade
Tudo o que Ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada
Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente....