A Lunática

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Nutricionista. Canta por aí. Escreve sobre o que vë, ouve e imagina. Ela é aquariana, rapaz uma eterna colecionadoras de momentos e de pessoas. Inconstante e com uma personalidade gigante assim como o mar. A diferença é que ela vai, mas não volta.

sábado, 5 de novembro de 2011

Vai Lá


Chega. Cansei. Isso tudo passou da conta. Erros seguem de acertos, vou tentar acertar dessa vez. Você conseguiu: Ultrapassou todas as barreiras impostas, me estendeu a mão, pediu que eu segurasse com força, me tirou do estado "super protegido" e assegurou que me protegeria. Engraçado porque realmente acreditei. Engraçado pra você, como se sente agora? Melhor? Mais homem? Pelo menos você não pode dizer que foi tão fácil, só me pergunto pra que lutar tanto se no final você me devolveria pro mesmo lugar de onde me tirou. E aqui estou eu mais uma vez com aquela sensação de frieza e repulsa por desculpas sem fundamentos.

Vai lá. Tudo bem. Não é porque tô colocando pra fora da minha vida o cara que "ia-me-proteger-de-tudo" que não posso me cuidar sozinha. Não vou ficar horas e horas falando não. Antes de tudo você foi meu amigo, parceiro, confidente. Então já conhece meu jeitão. Segura de mim mesma. Inatingível. Então sai. Não vou perdoar. Brincamos de sinceridade. Mais uma vez. Amanhã é outro dia. Novas emoções. E não vem com aquele de papo de preocupação instantânea pra impressionar, seu tempo pra me impressionar da forma correta acabou, meio que evaporou. Atitudes impensadas. Vai, aprende a conviver com sua culpa do lado de lá. E não volta pra me contar como é não, se você consegue se destruir em 24 hs também consegue sobreviver ao seu caos de personalidade. Boa sorte!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog Jeito Lunático agradece seu comentário!